segunda-feira, 13 de julho de 2020

Escritos

Quando sabemos o que queremos
Caminho próprio, temos

Evite olhar a grama do vizinho
Pois ninguém está sozinho
Neste rincão

Juntos somos fortes

Nas próprias estradas
Nas próprias batalhas
Na própria jornada

Quando alguém te dá um não, 
use o próprio sim, irmão
Mas não devolva, não

Se te fecham uma porta
Abra o portão


PAPAS

O Papa também fumava ou bebia. Mas não jogava pedras. Nem tem pecados.

SOCIEDADES

Sociedades que brincavam d'dois lados estavam divididas. Projetavam-se uns acima dos outros. Assim o inimigo semeava a discórdia. Melhor é jogar junto.

CRISTÃOS

O mundo cristão estava ameaçado. Pessoas agenciavam as parcerias alheias. Havia muita cobiça ou impiedade.

TRIBOS

Quando a tribo divide-se em dois lados para simular a sociedade, esquece-se o próprio jardim. Este jogo está manjado. Aqui jogamos juntos.

BENÇÃO

Se me oferecessem tudo que quero, pela alma. Lhes diria: "muito obrigado". A eternidade é uma só. O Pai me dá o bastante na hora certa.

MESAS

Desconfie daqueles que martelam à própria mesa. Na vigília, estamos anotando o que cabe na própria lista.
Oh Guardiões. Levanto meu braço e aceno-te a mão. Sempre haverá, um dentre nós, em pé.

ESCOLHAS

Erradicar a cachaça? Ou fazer caipirinha? Cada ser sabe o que quer. Cada dia é escolha.
Oh abençoado chimarrão.

MUNDOS

Olhavam para o chão ao conversar. Por que isto, irmão. Em que mundo vives?

Para dividir o teu mundo, pediam que conversassem com quem anda d'joelhos. Mas o Mestre disse: "Levanta-te e anda"; "Vem e segue-me".

BANCOS

Desejavam sentar o velho alheio. Mas esqueciam-se das próprias ovelhas.

INDO

Onde estou indo é longe. Sem limites. Acredite.

INDÚSTRIAS

Milhares d'empresas faliram no mundo. Disse Baraque às moedas circulantes: "Fiz a encomenda". Aposto no próprio negócio. Não cobiçar; Não roubar; Não levantar falso testemunho. Just for today, cada dia é único.

CAMINHOS

Quem não tem caminho próprio, olha o que os outros fazem para ter idéias.

ZODÍACO

Na távola do Zodíaco, serviram chimarrão. O único lugar que deveria permanecer desocupado é a cadeira do Sol.


segunda-feira, 6 de julho de 2020

Pensando nisto



Algumas pessoas reduzem o "Lá" ao sucesso ou à riqueza. Embora este seja objetivo concreto, o "Lá" transcende tal estado material. A aparência física. O "Lá" é metafísico. Transcende a luz espiritual. Transcende o que é visível aos olhos. O esclarecimento. A força de espírito. A felicidade. O "Lá" é estado consciente. Embora tudo isto influencie o estado pleno.

Sinto como se o mundo estivesse dividido. Pessoas disputando territórios. Brigando pelos próprios interesses. Subindo umas nas outras. Projetando-se sobre os outros. Esqueceram-se que ninguém é melhor que ninguém. Que só o Pai Nosso está acima do céu. A terra, abaixo dos pés.

Igualdade é olhar cada um na altura dos olhos. Fraternidade é reconhecer o semelhante como irmão. Liberdade é ter o direito à escolha.

O que é o certo, bom e justo? Perguntavam-se os socráticos. Embora há divergências sobre tais questionamentos, existem leis que regem o plano terreno. Por isto devemos confiar, sobretudo, nas forças maiores. Além das religiões. Crenças ou mitologias.

quarta-feira, 1 de julho de 2020

ALÉM DAS MITOLOGIAS

Gato-Xadrês contou-me esta história. Mil vezes com personagens diferentes. Então criei a própria. Com final feliz. 

O Mundo Salvou-se. Recriou-se. Ajudou-se. Protegeu-se. Defendeu-se. A humanidade somou-se em sentido evolutivo.

Não eram bezerros de ouro; Nem mesmo eram peixes. Era apenas a água que estava em jogo. Nem gafanhotos. Nem deuses astronautas. Somos apenas filhos do céu.


QUANDO A MESA VIRA 360°



No A.A., o passe requer apenas não beber no dia. Cada dia limpo vale o dia. No N.A. requer cortar o álcool (destilados, etc.) e as ilícitas (cocaína, crack, merla, oxy, bezina, cola, haxixe, etc.). Mas o tabaco é neutro em ambos, pois eventualmente ajuda a cortar as substâncias que alteram o comportanento. Isto vale nos cinco continentes. A quem deseja esta libertação.

Portanto somo minhas orações aos pais e filhos, mães e filhas, que desejam libertar-se do álcool e ilícitas. Posso ajudá-los cortando isto aqui. Tabagistas ou não. Cada dia limpo é um dia ganho. Saibam que tenho ouvido vossas preces. Estamos trabalhando nisto para vencer vossas demandas. Operando este milagre.

Que assim seja

Oração aos fumantes

Oro também ao Pai Divino pelos fumantes que fumaram hoje e desejam cortar o tabagismo.

Àqueles que estão livres do álcool e drogas ilícitas, que mantenham-se vencendo e pra vencer este desafio.

O que desejo a mim é o que desejo à nós.

Que assim seja

domingo, 28 de junho de 2020

O Comunicador - Vol CCXXVII





Tupã Seja Louvado



Pai do Sol, Raio e Trovão 
Disse o ser vivente:

"Vem cá; Venha ver; Veja bem; Viu só".

Oh "EU SOU"; Yavéh; Yeshuá; Jáh. Oh Santos Anjos do Senhor. Oh demônios que optam pelo religare. Oh pecadores que buscam a remissão. Afastando-se do pecado. 

O Mestre dispensou julgar-se Cam. Salvo o filho da Arca; pois (único) se chama assim. Dom Beh, adotado. Preferiu trabalhar O "QUE": Juntos somos um. À Igreja Invisível do Reino Divino.

Bah! (Tchê) Babá dispensou restringir-se pai de um banda, pois trabalhando, trabalhamos, em três. Táta ("Pai" do pai do "pai" do "pai") é testemunha. Assim como o espírito familiar. Assim como os espíritos presentes. Nós. A gente. O plural singular. Somos um (Conosco).

Onde vem. Onde venho. Ninguém chamou, mas vim pra dizer. Adotados os cavalos de santo, encaminhados das casas de oração. Cada cor da vela encontrada. Cada alimento encontrado. Cada criatura encontrada. Oh elementais.

Adotados os Orixás dos quais encaminham, das encruzilhadas. Adotados os Santos dos quais encaminham. Desde a ancestralidade. Respectivos guias. Saravamos. Dos vivos; Dos mortos. Desmanchados trabalhos. O pó devolvido à terra.

Exus, dos terreiros. Almas que pediram ajuda. Zombeteiros doutrinados. Obsessores doutrinados. Esclarecidos, iluminados no saber.
Além disto; Destrato feito, o pacto.

"Água"; pediu o Divino: "Guarde os meus mandamentos". Jesus nos ama. 

O Pai é Justo; Oxalá (Deus quer).

Luz pra nós 

domingo, 21 de junho de 2020

O Comunicador - Vol CCXXVI


Leis da Natureza

LEIS DA NATUREZA 
(pelos guias elementais) 

Em pé e desarmado, venho ao grande terreiro. Além das encruzilhadas. Ninguém me chamou, mas vim pra dizer.

Jamais peça algo com ou sem alguém quando dispõe o próprio. (vermelho, branco, azul, rosa, laranja, cinza, verde, roxo, etc.).

Jamais venda o que não lhe pertence.

Jamais se 'retire' (desconte) de quem jamais se retirou de ti ou dos teus. Salve-se com o que dispõe. Batalhe pelo que quer.

Jamais peça algo dos outros. Ou o que viu com alguém. Pois quem, assim procede, será cobrado. Principalmente quando é reincidente. Prefira ter o próprio.

Jamais delegue a 'lua' (imagens espelhadas) em troca da luz ou terra. Pois corre o risco de ver isto somar-se. Salvo quando há aceitação consciente de ambas as partes.

Há lugares onde há custo. Há lugares onde há valor. Tens o livre arbítrio para escolher onde permanecer.

Lembre: Quando mandas alguém embora, isto não lhe dá direito a nada desta pessoa. Quando a pessoa pede para ir embora, deixa no lugar o que é do lugar. Quando é mandado embora, ou recusado, tem o direito a resguardar o que trouxe.

Quando desligar alguém com o que vês, lembre que cada um vale o que é, o que tem e cada coisa que faz no dia-a-dia. Independente de ter visto ou não.

Avisos são anteriores ao ato. Revides são posteriores. O que é posterior é vingança. O que é aviso lhe dá direito a escolha. Diz o ditado: "Quem avisa, amigo é". Eis o "recado".

Salvo quando você aceita o tiro ou acusa alguém. O levado tem um levado. Tiro por tiro; Assim é.

Justo; D'Lei - Ogunhê Axé

terça-feira, 16 de junho de 2020

Reclames a Tupã


TRABALHO DIGNO

Embora vivo bem. O que mais sonho é sustentar-me com o próprio trabalho. Melhorando o padrão de vida.

Desejo o mesmo e igual a quem oferece-me serviços remunerados. Extensivo aos respectivos filhos. 

Sinto-me como se estivesse humilhando a si próprio cada vez que dependo de uma mãe que está com quase oitenta anos.

Se eu tivesse pai, certamente ele teria me encaminhado. 

Por isto digo ao meu filho que também trabalhe. O sonho dele era fazer faculdade. Mas como posso se ainda corro atrás da própria independência?

Quando terminei o mestrado, bati em várias portas. Na época eu não fumava. Nem bebia. Nem usava drogas. Parecia que me davam o 'Não' pelo 'Sim'. Mas o único trabalho que consegui na época foi vender guarda-chuvas. Usei o dinheiro de um blog que fiz a um cliente para comprar o primeiro lote.

Mesmo assim, sei que Jesus nos ama.

Muitas pessoas dizem que sou culpado porque fumo. Mas a maioria dos fumantes que conheço tem trabalho remunerado fixo.

Inclusive em negócios familiares.

Oh Pai Divino, seja justo.



PELO AUTO SUSTENTO 

Há nove anos a Prossumers Multimídia é um hobby. Salvo dois ou três clientes. Sonho em transformá-la em auto-sustento.

Publiquei seis obras individuais com recursos próprios. Apenas dezenas de livros cada obra. Também estou em mais de 150 antologias. Sou membro do Partenon Literário. Academia de Letras Música e Artes de Salvador. Comendador Luis Vaz de Camões. Mas cansei de pagar para ser escritor. Meu blog pazdornelles.com é acessado nos cinco continentes. Mas aqui, no quarteirão, quem me conhece como escritor ou produtor multimídia?


Embora escrever gratuitamente seja melhor que afogar-me no álcool.




PELA LINHA DOS SANTOS 

(Honra ao Espírito Familiar dos ancestrais)

Perdi 'tudo' (bens duráveis: carros, campos, renda de uma lavoura de arroz, empregos, salário, mulheres) antes dos trinta. Embora, dos trinta aos quarenta, me encontro crescendo em várias questões. Mas nunca havia passado fome antes do Covid19.

Investi numa pós graduação na ESPM. Num intercâmbio no exterior. Na publicação de livros. Na criação de canais virtuais. Em cursos de informática. Na compra do segundo carro. O que ganhei com isto? Tive mais de sete canais virtuais bugados, desde antes do Orkut, em vinte anos produzindo conteúdo midiático, edições multimídia e artes gráficas.

Há dez anos livre do crack, guardo os farelos da última pedra enterrada na cozinha. Como se fosse um goleiro. Um guardião. Mas que vantagem há nisto? Várias pessoas despacham ou vendem o vício em troca de ajuda, riqueza e prosperidade. Quem sabe faço isto? O que ganho sendo goleiro?

Lamento aos quais sugerem voltar. Sem pedra, sigo sempre em frente.

Creio que hei de vencer.


OBS: "Dos Santos" era o sobrenome do pai da minha mãe. Da mãe dele. Do pai dela. 

Enquanto a linha do meu pai foi sempre de pai pra filho, desde o primeiro Dornelles (D'Ornellas); filho do Rei de Leão. Há mil anos. Meu tio, irmão do meu pai, foi a Portugal pesquisar a linha.