segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Obrigações


A autoajuda mobiliza o Guerreiro ao desenvolvimento pessoal. Abrir o próprio caminho requer saber o que se quer. O caminho próprio é independente das influências paralelas. Contudo, o conhecimento adquirido favorece ao aprimoramento. Livre das más influências, a virtude enaltece o Guerreiro que cumpre as obrigações. 

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Guerreiro - Firmando os votos


O Guerreiro firma os votos no caminho escolhido. Livre das preocupações materiais. Cumpre as obrigações terrenas. A sorte é que o 'lá' é o eterno aqui e agora.

Com gratidão, reverencia o Sol a iluminar o dia. A chuva a molhar a terra. O ar a encher a vida.


quinta-feira, 15 de novembro de 2018

O poder quântico das alegorias do imaginário


O imaginário e as alegorias alimentam o homem. Crer que somos algo que sentimos, mesmo que imaginário, faz com que incorporemos determinados 'poderes'. Isto serve aos mitos e na ficção. Há certa energia quântica que emana do pensamento. 

Imagine a situação em que o menino fantasiado como Superman se julgue o próprio. Sempre que isto acontece, se torna mais ativo. Sobe no sofá, corre e pula. Este é o exemplo mais sucinto sobre 'o poder das alegorias'. 

Nas antigas civilizações, os Guerreiros, Profetas e Filósofos, alimentavam-se das crenças, ritos e 'deuses', assim como, ainda hoje, as pessoas alimentam-se na crença dos Santos e Orixás. Sendo este o combustível ao próprio cotidiano.

Crer que se vive em determinada 'companhia', eventualmente faz com que nos assemelhemos, no comportamento, pensamento e sentido, àquilo que cremos. Como, por exemplo, os cristãos, em relação ao Cristo. Modelos comportamentais que emergem como caminhos.

Contudo, há certo limite, entre o imaginário e o auto-julgamento. A fé e a ficção. Crer que somos auxiliados (amados, amparados, testemunhados, etc.) por Deus (ou pelos hábitos e conhecimentos) costuma conduzir-nos a ajudarmo-nos a si próprios. Assim como os mitos do imaginário, a crença abastece, energeticamente, aquele que crê, com pensamento positivo e atos construtivos. 


quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Caminhos


O Guerreiro escreve o próprio contrato. Dita o caminho que deve percorrer.

O caminho é pessoal e intransferível. Contudo, quando aberto, possibilita a salvação aos semelhantes.

Cada indivíduo sabe o que quer. Avançar requer cumprir as obrigações.


terça-feira, 13 de novembro de 2018

O Guerreiro do E.S.


Ao meio dia, recém havia acordado. Na encruzilhada, o diabo baixou como velho errante. Ao consumir a erva despachada na terra, deixou sua assinatura registrada no caderno.

'Faço isto por Jesus' - Respondeu o Mestre - 'Jamais peçam algo dos outros ou sem'. 

'Não vim para vingar. Mas para cumprir a lei' - Disse o ser vivente.

Sem apelar, o Mestre preserva o testemunho dos anjos (demônios trazidos à luz).

Perseguido pelas crenças que defende, o Guerreiro avança além das encruzilhadas. Ser Guerreiro é perseverar no caminho que acredita. Lutar para defender o território, assim como as linhas que trabalha. Na benção dos Orixás. Deus e o Diabo, como testemunhas. Juntos somos o que somos. 

Que o E.S. nos ilumine.

Axé

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

O Guerreiro - Missão e desafio


O Guerreiro entende a missão como desafio. O tempo é aliado, quando desempenhamos o papel que nos cabe. O desenvolvimento baseia-se nos aprimoramento adquirido na jornada. As vivências e o conhecimento.


quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Quanto ao real


O que é verdadeiro? O absoluto e o relativo. As filosofias abordam a verdade fundamentada na experimentação científica. Parmênides via o caminho verdadeiro como superior às aparências. O que se é geralmente difere quanto ao que se vê. Eventualmente a verdade é invisível. Enquanto a aparência é visível.

Empédocles entendia a fusão (comunhão) no espírito singular como união plural. O oposto a isto era a desconstrução. O que integra a convergência, ora desintegra-se na pluralidade. O 'uno' emerge como o plural-singular. O conjunto dos 'eus' que integram o 'ser'.


quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Alinhado


Geralmente confundido com objetivos e destinos, o 'Lá' está imerso no aqui e agora. Alinhado ao espaço-tempo.

Sempre ligado ao ar, o Mago recordou o décimo teste. As provações cotidianas estavam anotadas em 'Atos'.

No Universo (Sistema Solar), disse o Mestre: "Estou sempre aqui".


Caminhos alternativos


Além dos maniqueísmos, emergem os caminhos alternativos. Geralmente, as perguntas fechadas pressupõem a resposta automática com dupla alternativa. Como, por exemplo, a pergunta: "Bebe café?". Supõe a resposta afirmativa ou negativa. Contudo, ao responder: "Prefiro água (pois o café bebi antes ou bebo quando quiser)", o maniqueísmo é desconstruído. Nisto emergem caminhos incontáveis.

Libertar-se dos maniqueísmos é compreender que existem respostas alternativas. A pluralidade possível está na forma como vemos o mundo. O fato é que os dualismos estão imersos na pluralidade que compõe o singular.

No plano em que tudo é tudo e nada é nada, os opostos cedem lugar aos múltiplos caminhos. Impor a pergunta fechada é limitar a possibilidade ao maniqueísmo. Ser livre é extrapolar as dualidades.


terça-feira, 6 de novembro de 2018

Às Leis


Para que serve a lei, senão para ser observada? Os Mandamentos já estavam prescritos no Livro dos Mortos. O requisito à porta estreita e à vida eterna.

Portanto, jamais cobiçar o que dos outros. Nem os pedidos; nem a encomenda. Tampouco, jure por coisa alguma.

"Não julgueis, para que não sejais julgados. Pois com o critério com que julgardes, sereis julgados; e com a medida que usardes para medir a outros, igualmente medirão a vós".


Tempo Livre


O diabo falou-me das almas devedoras.

Àqueles que se desfizessem dos ganhos obtidos nos contratos. No fim, seus Santos seriam devolvidos no 'morri'. Os outros seriam engolidos á caldeira eterna.

'Eu trabalho para ter. Tenho porque trabalho' - Diziam, ocultando as assinaturas que lhes custou a alma.

'Jamais faça contratos com o diabo' - Disse o Mestre.

'Como posso ajudar' - Disse o Guerreiro.

Na oficina, o trabalho é espiritual.

O tempo livre é o disponível. Ocupar-se é o desafio.

Ocupar-se


A ocupação racional faz com que o espírito desenvolva-se às virtudes. O que fazemos com o tempo? Cada indivíduo sabe, ou desveria saber, o que é bom a si.

Libertar-se dos ócios cotidianos é encontrar a atividade que melhor completa o caminho. Seja como profissional ou como lazer. Ocupar o tempo positivamente é virtude.


segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Eis o Homem



As virtudes morais se opõem aos vícios no que tange ao desenvolvimento que o espírito visa neste plano. O plano físico está além dos diabos e deuses que alimentam o imaginário. O homem emerge como a manifestação plural. O bem e o mal que vivem no ser.

A questão é: 'O que alimentamos mais?'. O pacto é feito na encruzilhada. O espírito encarnado tem que escolher o que quer. Nisto, os demônios são trazidos à luz. As trevas cedem caminho ao Sol que nos ilumina.

Obsessores, zombeteiros e esclarecidos, compartilham a mesma oficina. Em que o meio é a mensagem. Além das extensões humanas. A interação procede ao ambiente natural. Com os elementos que integram o diapasão plural-singular.

O espírito alimenta o imaginário e vice versa. A subjetividade que está implícita em cada pensamento. O ser vivente que emana em cada ser encarnado. Os fantasmas e heróis criados pela criatura. O Criador e a criação.  

A ciência surge como virtude divina a auxiliar no caminho escolhido. Pensamentos alinhados ao espaço-tempo. Dons que tornam, o ser, único. 

sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Desafiando-se




Os desafios movem o guerreiro. A vigília serve como testemunho ao prestar as contas. Viver às claras requer estar visível ao olho que tudo vê. O Verbo e o diabo também estão presentes em distintos lugares. Jesus é testemunha quando é chamado.

A jornada encoraja ao desafio. Habilidades, competências e atitudes. Estratégias ao combate. Revistas e revisadas. Aprimoradas ao possível. O universo ajuda quem se ajuda.

Desafiar-se ao aprimoramento é caminho ao desenvolvimento. Assim como a observação dos direitos humanos. As leis religiosas. À igualdade, liberdade e fraternidade. Ordem ao progresso. 



quinta-feira, 1 de novembro de 2018

O Prometido


O Guerreiro estava 'ferrado'. Esvaziados os cofres, encheu os bolsos às compras. Os bons lhe retribuíram isto.

O Mestre fabrica espadas.

À 'ura' (s/ jura), pura é a cura.

Quem jurou sobre a Bíblia, esqueceu o Capítulo das Boa-Aventuranças. Salvo o dente por dente; e o olho por olho. Refiro-me ao Novo Testamento. 

Jamais jure por coisa alguma.

'Prometo' - Disse o Mestre. Livre dos juramentos.

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Quanto às drogas


A relação social com os jovens que utilizam drogas está longe do que chamaríamos recuperação. A sociedade continua marginalizando os filhos que fumam marijuana. Muitos estudam, trabalham ou praticam atividades físicas. Para estes, a erva é como remédio. 

O detalhe é que muitos são desligados das bandas como se estivessem fazendo 'tudo errado'. O detalhe é que muitos destes jovens ainda têm salvação pelo estudo, trabalho ou atividade física. 

A palavra droga define o que está além do fumo consumindo na canábis. Engloba outras dez substâncias. Por isto o jovens que fumam marijuana como remédio, calmante ou com fins terapêuticos, compartilham a experiência diferente dos quais a veem como droga. Estes jovens ainda têm solução. 

Deveriam ser encaminhados aos estudos, trabalhos e atividades físicas, ao invés dos desligamentos que sofrem em banda. Pois alguns ainda pedem isto. Estes têm solução.

Condeno quem marginaliza estes jovens. Seja no fumo ou no álcool. Pois precisamos deles para alavancar o desenvolvimento. No mais, evite fazer aos outros o que não deseja aos teus.

Na questão drogas, existem duas bandas trabalhando. A qual marginaliza quem consome e a qual batalha para resgatá-los ao tempo produtivo (trabalho, estudo e atividades físicas no lugar do álcool e drogas). Estou do lado desta.

Jesus está conosco.


terça-feira, 30 de outubro de 2018

Segredos


O bem e o mal estão no ser. O que alimentamos mais?

O 'lá' (estado consciente) transcende o espaço-tempo, destinos ou objetivos.

Na natureza e universo, o nascimento é a entrada, a chegada e a vinda.

Prefira ser o que é, além das definições. O segredo está além disto.

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Desenvolvendo-se


O Guerreiro sabe que o caminho possibilita o desenvolvimento. Avançar requer desvencilhar-se das amarras. Evitando confrontos e fortalecendo alianças. Alinhado ao presente (espaço-tempo). Nos estados conscientes. Olhos abertos e ouvidos atentos, ao universo e natureza.


sábado, 27 de outubro de 2018

'Estados' Paralelos


Ben Hur e os Josés também foram negociados. Buscados, regozijam na casa do Cristo.

Enquanto o luxuoso Titanic (sem o Verbo) afundou. Na 'arca', Jafé, Cam e Set, estão a salvo. Ao Novo Mundo, embarque conosco, disse Arimateia.

No sábado bem cedo, José despertou para trabalhar. O estudo dos 'estados' paralelos era mais que hobby. Algo novo deveria ser construído.

Triangulando os 'cabeças', o Mestre abre caminhos. Ouvir, ver e dizer. O mundo próprio que traz em si.

O Comunicador - Vol XCIII


sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Loja do diabo

Que loja é esta?
Quantas galinhas pelo peixe?
Quantas ovelhas pelo bode?

Ninguém entende
o que está escrito

Desde que o judeu
Vendeu o machado

Há bastante tempo
Noé também foi negado

Parente antigo
em mundo civilizado

Abraão que anunciasse
'Eu Sou' é a salvação

Cam, Set e Hórus
também estavam lá

deuses dos mundos antigos
'santos' e orixás

Por Zeus, Ogum e Oxalá
O diabo estava lá

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Na loja do diabo



Na loja do diabo, a 'falsa' Maria, cobiçava, roubava, vendia e repartia o que é dos outros. Incluindo a própria 'vida' dos quais se julgavam alguma coisa.

Jesus disse: “Não julguem, para que vocês não sejam julgados. Pois na mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês".

Jesus estava no Templo. Ao ver o que era vendido, disse que a casa do Pai não é lugar para negócios. Porém, lugar à oração. Portanto, se quiser morar na casa do Pai, ore. Assim mantemos o diálogo diário com o verdadeiro 'Eu Sou'. O Pai tem muitas moradas.

'Eu Sou' disse: "Manhã após manhã destruirei os ímpios da terra, para livrar de todos os malévolos, a cidade do Eterno!" - (Salmos 101:8) - Portando, sedes justos, piedosos e benevolentes.

Seja o que 'Eu Sou' quer.

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Aos navegantes



Nietzche acusou os Santos como o maior fraude católico no mundo. A descrença científica fez muitas pessoas desistirem quanto à própria fé.

Babá adotou o sincretismo. Protegido pelo Guerreiro do E.S., as linhas tocam por aqui.

A comunidade científica desistiu dos 'santos'. Nas lojas se atrevem a vender o 'Santo' dos quais se julgam. 'Eu Sou' os adotou.

As igrejas evangélicas defendem o 'contrato' do 'Guerreiro do E.S.. Certos alimentos, bebidas alcoólicas, tabaco, café puro e outras substâncias, foram proibidas conforme a própria orientação do Divino.

O 'Que' recebeu a orientação diretamente d'Eu sou'.

Evite o ciúmes, o ódio, a inveja, a vergonha, a culpa, a pena e a raiva.

Ninguém é vítima neste mundo. Somos responsáveis pelas escolhas.

Eram vinte e duas cabeças na primeira 'vida'. Buscados, ao Beh, dispensaram a segunda vida.

Evite misturar ciência humana com religião. São linhas distintas. A filosofia jamais explicará a fé.

Os Bas estão sendo buscados até que atendam-se as demandas.

'Que sucesso' - Respondeu o Guerreiro aos quais foram chegados. No mais, desafiou os quais pediam entrada no 'estado' dado.

O 'Que' disse aos quais julgavam-se Kan: 'Vossos machados estão cortados, venham e serão destroçados'.


terça-feira, 23 de outubro de 2018

Orientação Divina


As igrejas evangélicas defendem o 'contrato' do 'Guerreiro do E.S.'. Certos alimentos, bebidas alcoólicas, tabaco, café puro e outras substâncias, foram proibidas conforme a própria orientação do Divino.

O 'Que' recebeu a orientação diretamente d'Eu sou'.

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Guerreiro Espada


O 'Que', Guerreiro do E.S., ou Guerreiro Espada, conhecido como 'Eu Sou', em comunhão com o 'espírito familiar', encomendou o espírito dos mortos (ancestrais) que se julgam santos. "Ninguém é Santo, Espírito Sou" - Disse o ser vivente. Atas do Oriente - Cap II Os demônios (anjos caídos) foram recrutados às falanges. Trazidos à luz. O Guerreiro, à pedidos do E.S., os ajudou a cortar o álcool. Este foi o primeiro passo. A marijuana, endereçada ao Guerreiro, está enterrada (pelo próprio).

O Divino Guerreiro


O Divino Guerreiro, Guia das falanges do E.S., trouxe a paz à terra. Terminada a Guerra, Ninguém mais se julgaria 'Kan' (destes, 'Ninguém' foi repartido em pedaços com o bando dos 'Exús'). Dom Cam e Dom Béh (O Babá) e o Bá (Pai da casa), operam o trabalho em nome do 'Que'.

Assim como a Linha Branca d'Umbanda também é trabalhada pelos espíritas, o 'Que' trabalha a linha dos Bá's.

'Kan' (auto intitulado 'Nenhum') pediu a cabeça dos brancos. Salvo os quais estão tocando ao 'Que'. Estes estão protegidos pelo Guerreiro do E.S.

domingo, 21 de outubro de 2018

Atas do Oriente - Cap II


O 'Que', Guerreiro do E.S., ou Guerreiro Espada, conhecido como 'Eu Sou', em comunhão com o 'espírito familiar', encomendou o espírito dos mortos (ancestrais) que se julgam santos.

"Ninguém é Santo, Espírito Sou" - Disse o ser vivente.

Os demônios (anjos caídos) foram recrutados às falanges. Trazidos à luz.

O Guerreiro, à pedidos do E.S., os ajudou a cortar o álcool. Este foi o primeiro passo.

A marijuana, endereçada ao Guerreiro, está enterrada (pelo próprio).

Jesus é testemunha.

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Espírito


O espírito encarnado nasce para cumprir a missão pré-estabelecida antes do nascimento. Contratos ou obrigações que o espírito tem que cumprir para atingir o estado evolutivo desejado.

Durante a encarnação, alguns vivem o estado das alegorias. Intitulam-se ou carregam estados espirituais. Como cavalos dos 'santos', ou dos quais se julgam, migram no mundo das cores.

Seus filhos são buscados pelo espírito que se apresenta como 'Cam' (quando cobrados pela lei) ou protegidos pelo Guerreiro intitulado 'Que' (quando desconstruído o estado das alegorias). Existem disputas materiais nesta terra.

Na Guerra, 'Cam' repartiu o próprio fumo com o próprio bando. Enquanto o 'Que' manteve-o guardado ao próprio 'Zi'.

Fumar lhes custaria caro.

Simbologias



Quem pedia o 'valo' pelo 'ca', foi cortado no meio.

Vendiam as cores; Repartiram os furtos. Por isto seus filhos seriam buscados.

Nem a grana; Nem os 'santos'; Lhes valia tanto. Eram apenas fraudes, segundo Nietzsche.

Os mortos foram enterrados.

Obsessores, esclarecidos e zombeteiros, estavam na sessão

Dentre os caçadores, o pescador ainda estava inteiro.

Alegorias que representam o mundo próprio. Simbologias codificadas por escrito.

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Ao 'Que'


Frente à porta, o olho que tudo vê. Por cada tiro registrado. A cabeça, buscada, estava sendo velada. (...)

Certo que o ser humano é o espírito encarnado. Eis o homem.

Na encruzilhada, deixavam cavalos, guerreiros e espadas. Zi buscou o que foi dispensado. Babá registrou os itens.

"Eu Sou o 'Que'?" - Perguntou, o Espírito.

Além das respostas variadas, respondeu, o Mestre: "Sou Eu Mesmo".

'Páh' - Ouviu-se a martelada sobre as partilhas na mesa.


segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Ao Béh, Axé


Aos obsessores, os zombeteiros ainda bancavam o 'superman'; Os esclarecidos, doutrinaram este estado. O médium é o meio. 'Eu Sou' ou o diabo; Era a escolha. A virtude sempre será melhor que o pecado. O ser humano é apenas o espírito encarnado.

Que o E.S. nos ilumine. Jesus está Conosco.

Conforme os zombeteiros, esta história seria como 'Pai Jesus adotou as pombas'. Mas a doutrina impede que tomemos o nome santo em vão. Portanto, eis a porta das ovelhas.

O cara era bruxo. Não era loucura. Era só chapeira. Ligou das bandas do oriente (ao próprio celular, 'Axé'). Quando era noite, era dia. No plano imaginário. Sempre ligado, Desligados doutros mundos. Mas não conhecia Negrinho (que no último tiro queimou até a bituca), Sepé e Saci. Consumado trabalho feito.

No caderno, Babá listou os nomes das entidades que os zombeteiros e obsessores se julgavam. Isto, Isto e Isto.

Os despachos (e vendas não autorizadas) foram buscados. Estão sendo doutrinados pelo médium na casa. Aos irmãos, em loja, ao mais, não tem preço.


quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Aos tratos


'Quem oferece exclusividade ao pai, sem exigir o mesmo, receberá o que está guardado a quem cumprir a exigência' - Avisou o Mestre.

As bruxas vieram para saber como ajudar o pai. Enquanto o filho chorava, destruído por dentro, como se tivesse recebido a estaca no peito; Varreram, oraram e acenderam velas.

O filho-pai escolheu a si. Babá, agora, estava feliz.


quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Às Linhas d'Fé


Eventualmente sou perseguido pela fé que guardo nos Santos, Anjos e Orixás. Ninguém precisa aceitar que vivo na companhia do Cristo. Isto é o que venho escolhendo desde piá. Nem todos os lugares respeitam o que sentimos dentro do peito. Há bastante gente tentando desfazer o filho, o pai e o irmão dos outros. Imagine se fossem os vossos, que medidas devem ser retribuídas? Por isto, jamais desejo ao filho, pai ou irmão, dos outros o que não desejo a si, visto que também sou pai, filho e irmão.

Ninguém precisa aceitar que Yansã, Yemanjá, Ogum e Xangô, são trabalhados nesta linha. Por entendimento próprio, jamais pediria isto sem alguém. Cada devoto, pai e filho, sabe o que traz em si. Pelo respeito às leis naturais. Contudo, quem respeita, ou desrespeita isto, será retribuído.

O temor ao Verbo é o princípio à sabedoria. O universo é implacável. Que assim seja.

Ogum avisou: 'Pisa na linha d'um banda que eu quero ver'. Certamente, serão vingados, com justiça, quem assim proceder. Respeite o filho, irmão e pai, dos outros. Xangô está conosco. O Pai é Justo. 

Então, logo, Banda Sou. Assim como a própria linha que guardo no código genético. O próprio cavalo, guerreiro e espada, do Pai Nosso. Pai universo nos guarda o retorno. Oxalá abençoa. 

Vim para ajudar (e dizer o que está dito). Quem avisa, amigo é. Axé 

Santo Cam


Naquele dia, Jesus chorou. Agora, o guerreiro ri. O Mestre aprende com o caminho.

O caminho é desafio. Na encarnação, respondemos pelas escolhas que fazemos.

Quando o filho-pai assumiu-se irmão, o Guerreiro entendeu o que disse o Mestre.

Pai Nosso é bom e justo. Nos mostra a verdade que nos torna livres. Axé

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

O Mestre


Aos trabalhos

Jesus d'Ogum Xangô despertou cedo. Sobre as nuvens, iluminava o dia. Assim era como o velho guerreiro apresentou-se. Na terra, havia oferecido a si próprio como instrumento divino.

Na terra dos Orixás, o médium iniciou os trabalhos.

À jornada

Tocar o barco, eventualmente é desafiador. Esquecer-se dos relacionamentos anteriores. Seguir além das encruzilhadas. Fazendo escolhas e aceitando as consequências. É preciso ter no que se apegar. O tempo não volta. O caminho é sempre em frente. O desafio é a jornada.


domingo, 7 de outubro de 2018

Pleitos - Cap VII


Quanto às eleições

Neste; Sou Branco * 

Pelo terceiro pleito consecutivo; Salvo o voto em si, Eu Sou é Branco *

Quanto aos trabalhos

Zi foi encaminhado às páginas dos livros. O Banda tocou isto no próprio texto. Babá registrou o capítulo.

Das moças as quais se despediram, Santo Cam guardou o tchau como algo difícil a engolir. O Guerreiro permanece em retiro com Jesus. Grande Mestre que nos orienta.

Kao Cabencile Ogunhe Axé


sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Encruzilhadas


Naquela noite, servi conhaque as caboclos. Em sessão extraordinária, determinou-se o fim dos ciclos que se encerram. Das bruxas chamadas para ajudar nos trabalhos, desistiu, a menos perseverante, do pai e do filho que aqui baixam para celebrar o novo momento. Tudo é escolha nesta encarnação. Algumas são definitivas. A derrota, agora, distanciava-se. Livre dela, o Guerreiro celebra.

Kao Cabencile Oke Aro Ogunhe Axé .

Ao pacto


'Eu Sou' nos deu os mandamentos que estavam prescritos, antes, também, no Livro dos Mortos. O requisito à passagem pela porta estreita. O diabo, embora inteligente, distingue-se do E.S. quanto às virtudes. O pecado é o que desvia o homem. Enquanto Jesus salva pelo amor. Lúcifer observa a malícia. Ninguém é santo no mundo dos vivos. Espíritos somos. Luz pra nós.

O pacto com o diabo, eventualmente, é a reconciliação à própria terra. Lembrando que demônios são anjos. O homem, espírito e o pecado, humano.

O resgate do conhecimento desvelado no Éden. Olhos e ouvidos abertos. O domínio próprio sobre o bem e o mal. A temperança e o equilíbrio.

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

terça-feira, 2 de outubro de 2018

Liberte-se - Campanha 'Combate ao fumo'


Deus perdoa (se quiser). Mas vejo o tabagismo como derrota, fracasso, ignorância e fraqueza. Liberte-se desta 'merda'.

Sei que isto ofende. Quem sabe era o tiro no pé que raspou a unha. Falem o que quiser. Que isto é macumba. Que tenho pacto com o diabo. Que estou salvo por Jesus. Que estou na luz. Etc. Mas fumar é isto mesmo.


segunda-feira, 1 de outubro de 2018

O Guerreiro Justo - Cumprindo obrigações


Babá sabia que mágoas não levam a nada. Melhor ter aliados que inimigos. Por isto, disse para esvaziar todo e qualquer mau sentimento que tivesse guardado por alguém. Isto não quer dizer que deveria procurar tais pessoas. Mas que deveria esquecer situações desconfortáveis, em que o orgulho foi ferido ou em que não fora valorizado conforme a crença no mérito próprio. 

Tratando destas obrigações, o Guerreiro resguardou-se à meditação. Deveria, agora, preocupar-se com quem se preocupa com o seu estado emocional, físico, material, psicológico ou espiritual. Estas pessoas deveriam ser prioridade na vida do guerreiro.

Agindo assim, afastou-se das amizades por interesse. Daqueles que sentem raiva, inveja, ciumes ou pena por algum motivo. Aproximando-se dos quais vem para somar. Deste modo, as interações se tornam mais lucrativas e benéficas. 


sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Páginas


O Guerreiro sabia que deveria encaminhá-lo. Zi estava fumando muita marijuana. O guerreiro despediu-se, encaminhando-o à encruzilhada do futuro. Mas Zi insiste em retornar diariamente. O ócio tornou-se a oficina do diabo na casa do Mestre. Jesus está conosco. Lá estamos nas páginas dos livros.

Filho d'Ogum, e Pai d'Xangô, O Guerreiro está sempre na companhia dos Orixás. Zi havia feito o Cam baixar na terra. O qual fumou e bebeu na companhia do Que. O Guerreiro sabia que Zi estava dizendo a verdade. A terra estava sendo disputada. 

As almas também. A batalha era intrapessoal. O bem e o mal que vivem em cada ser. Babá nos contou esta história. 


quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Energias


No mundo do fluxo magnético espiritual, observo que a raiva, assim como diversas emoções, converte-se em perseguição obsessiva na terra, e no pensamento, por ideias ou atos. Como os cães alimentados pelo homem. Batalhas além das nuvens. Duelos imaginários intrapessoais. Espelhos despedaçados onde as lentes não deveriam olhar. O conhecimento que deveria estar oculto. O fruto no centro do jardim. O desencoberto e o desvelado.