sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Linhas Brancas

O "Um" .'. Também conhecido como O 'A' .'.


Certo dia 
estou no ar

Outro dia
estou na terra

Já é dia
estou na água

Ainda é dia
estou na luz


Conforme Trimegisto, o que está em cima é o que está em baixo. O que eleva a cabeça ao céu tem os pés na terra. Mesmo quando temos outro por dentro. A coxa é branca; mas o sangue é vermelho.


Aquelas frutas e moedas
Aquele galo abatido

Aquela carne e faca
Sobre a tábua
Na encruzilhada

Oh, benditos
Que zelam encomendas


Que venha 2019



Honra e Glória ao Pai Jesus Guerreiro; Cavaleiro Divino; Espírito d'Luz; Santo Anjo do Senhor. Na benção dos 'Santos' e 'Orixás'. Espíritos iluminados e esclarecidos. Universo e natureza. Que a paz esteja conosco.

Shabbat Shalom 




quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Verdades?


VERDADES

Os profetas são anteriores a Cristo. O pecador ('Eis o homem') é anterior aos profetas.

HÓRUS 

Deus vê tudo, mas você nem imagina o que fiz na terça.

Quem veio antes? Os gnomos ou os cogumelos?

MITOS

Superman é anterior a Nietzsche. O espírito, anterior aos espíritas.

'Mizifi' era tal como Mohamed conversando com o anjo Gabi*. Isto que Allah nem conhece o A.A.

A GRANDE CUIA

É verdade que Dom apaixonou-se pelas camisas d'algodão. Esqueceu a 'filha' (a salvo por aqui, oh grande A* - está escrito na espada com o próprio sangue) por 1a camélia. Mas esqueça esta parte.

Quem fabrica erva, bomba e cuia; plataforma d'petróleo e avião; fabrica o que quiser.

AQUÁRIUS

Certamente, os peixes morreriam ao nadar em cerveja;

"Água!!" - Disse-me Jah. Aquárius é agora.

ARES

Ar puro pra nós*


Prossumers Multimídia



"Recém estamos iniciando" - Disse o Guerreiro. MARVEL tem 71 anos. MOHAMED era analfabeto e escreveu o Alcorão. HOLLYWOOD produz audiovisual há 97 anos. KARDEK iniciou a obra espírita aos 50. "I'm sorry" LE MONDE, mas prefiro a própria arte gráfica. Perseverar é o único modo para descobrir onde (somos capazes) podemos ir.

Também sou VJ (Acredite); mas...
Quem mandou a MTV embora?
Por que o diploma (jornalismo) deixou d'ser obrigatório?
Quem pediu a TVE?
Melhor que emprego? Também quero emissoras!!

Jamais 'bug' o trabalho alheio. Ghost Writer? 1a ova!! 
Com cerveja? 'A gente faz conosco'.


O Comunicador - Vol CLI


quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Tao te Ching



O caminho expresso nem sempre é constante.

O sem nome é o princípio do céu e d'terra. O com nome é a mão d'100.000 coisas. Eis o mistério dos mistérios.

O homem sagrado cultiva é livre d'ação. O ensinamento é livre das palavras.

O homem sagrado governa. O caminho sagrado é o vazio das preocupações.

Nobre é aquele que entrega o corpo ao mundo. Quem ama, faz do mundo o seu corpo. Neste o mundo pode confiar.

Aquele que se olha e não se vê, chama-se invisível. Aquele que se escuta e não se ouve, chama-se inaudível. 

Quem mantém o caminho ancestral, poderá governar a existência presente. Os bons realizadores na antiguidade era sutis. Eram profundos, porém incompreendidos. é preciso força para ilustra-los. Cautelosos e reservados. Solúveis e genuínos. Vazios como os vales e entorpecidos como as águas turvas. 

Aquele que resguarda este caminho, está livre do desejo d'se enaltecer. Os 10.000 seres se manifestam simultaneamente. Cada ser retorna a própria raiz. Retornar a viver, chama-se constância. Constância é iluminação. Quem é abrangente, sabe ser coletivo. 

A criação tem o poder do céu. O caminho tem o poder do eterno. 

Quando os parentes estão em paz, emerge o amor filial e paternal. 

Cap I ao XXI (...)

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Quem se ajuda





Pelas Nações d'Já (Água e Ar puro) .'.

"Não drogue-se !!" - Disse o Guerreiro (Já limpo há bastante tempo) ao ser ajudado pelas ('Mães') 'Já' que estão no ar puro há meses. Por aqui, pedem água e ar puro. Seus respectivos filhos estão passando pelo mesmo desafio.

Enquanto isto, as 'filhas' (d'Obá) pedem ajuda aos 'pais e filhos' (os quais precisam e desejam) a cortar o álcool. "Beba água". "A gente se ajuda". Deus abençoa *



Aos Pais, chegados neste ano, a obrigação era 'enterrar o baseado'. O que ainda é demanda para muitos, estamos vencendo por aqui.

Com justiça na guerra e na paz.


segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

O Comunicador - Vol CL



A aliança com o Sagrado


A maioria dos Pastores defende o casamento como o Divino. Mesmo os solteiros, utilizam uma aliança no dedo assim como os Padres Católicos como símbolo à escolha feita pelo livre arbítrio (ou exigência divina). Para isto, cumprem obrigações, assim como os Pais d'Santo na Umbanda. Alguns hábitos são vetados (semelhante a como recomendam alguns espíritas), vetando o consumo das bebidas alcoólicas (também proibidas aos muçulmanos) e o tabaco (como defendem alguns judeus). Conforme a crença, o Divino não fuma e não bebe álcool no melhor estado (consciência e espírito). No espiritismo chamam-se (tais adeptos destes votos) espíritos d'luz ou esclarecidos. Ainda há quem defenda a abstinência d'alguns alimentos (preferindo frutas, cereais, carne branca e evitando o feijão, por exemplo), assim como o café puro (preferindo o café com leite, descafeinado ou cevada) e determinados hábitos.

Os dons divinos devem ser invocados diretamente ao E.S.. A interseção dá-se a medida que as obrigações se cumprem. O desejo deve partir do desejo e livre arbítrio.

Quem 'casa-se com o Divino' deve renunciar ao pecado. No umbandismo, a prática (no início) passa pelo que chama-se 'desfumo' e 'desbebo' das entidades que fumavam e bebiam no médium. Trazendo os chamados 'eguns' (anjos que andavam nas trevas) à luz. Escolhendo a luz diurna, a água limpa e o ar puro, como alimento ao espírito. O estudo bíblico diário também é alimento.

Desmanchando Mitos


Há quem diga que Nino d'Praga nunca existiu. Invenção criada para arrematar as linhas das famílias. Oferecendo aos Pais dizerem que teriam visto nos filhos, em troca do Jesus verdadeiro. Que foi crucificado e está no céu, acima das pessoas comuns (encarnados).

Ao serem desmanchados os Ninguéms, como são chamados no Oriente, emerge a nova etapa nas linhas familiares. Honra ao Sagrado Coração. Glória ao Divino.

 'Jorginho d'Capa Doce' também. Nunca existiu. Era encomenda do Rei George (que nunca foi santo), d'Inglaterra, pelo (em troca do) Divino (que está associado ao espírito familiar) dos quais se julgam Santos. Desmanchado o mito, emerge a nova etapa na fé cristã.

O certo é que há nada na Lua. Nem mesmo astronautas. Muitas pessoas pensam te-la visto (confundem) quando pensam em alguém. Como se fossem espelhos a puxar energia ou a desviar a fé. Alguns ainda se imaginam nela. Ou, como se fosse a própria casa, embora estivesse sempre do lado d'fora das janelas. Trata-se apenas d'imagens criadas pelo imaginário. A Lua é satélite que está fora d'Terra. Na órbita espacial.

Nas 'Lojas físicas' a Lua era abordada como prisão imaginária, em que uns imaginam-se fora d'si como se fossem outros (vultos que representam pessoas). Dissipando energias e, na continuidade da falsa crença, até mesmo a terra.

Aos navegadores antigos, a Lua nunca mostrou o caminho. Em verdade vos digo. São as estrelas que nos orientam.

Na Banda o drible energético ocorre quando as pessoas imaginam-se fora de si. (Imaginam-se) Olhando lugares distantes. Ou imaginando-se fora do próprio corpo como se fosse algum mito, Santo ou Orixá. Ou espelhando isto ou quem se julga.

O certo é que, como encarnados, estamos sempre em si. Além disto, é dissipar energia.

Zi também nunca existiu. Criado pela industria tabagista na mesma época em que emergiu a indústria automobilística. Oferecido como forma d'câmbio entre 'carros' (negócios ou contratos) e fumos. 'Utilizar' ou julgar-se isto, também, no fim das contas, é dissipar energia ou sacrificar a real identidade do ser.

O esclarecimento é a Luz do espírito. Os espíritos iluminados (esclarecidos) são livres d'necessidade dos vícios terrenos. O espirito esclarecido, que (antes) passou por tais experiências terrenas (ou puro, que ainda desconhece o pecado), ao buscar a luz, deve libertar-se do (evitar o) consumo d'algumas substâncias, alimentos e hábitos.

O esclarecimento é a Luz do espírito. Os espíritos iluminados (esclarecidos) são livres d'necessidade dos vícios terrenos. O espirito esclarecido, que (antes) passou por tais experiências terrenas (ou puro, que ainda desconhece o pecado), ao buscar a luz, deve libertar-se do (evitar o) consumo d'algumas substâncias, alimentos e hábitos.


sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Desencobrindo * O Desvelado *


Quanto à mente sã *

O povo d'Allah estava ligado; Tentando entender "Por que muitos preferem sentar-se para beber, enquanto existem outras escolhas".

'Sente-se' - Disse o garçom.

Parte do ouro foi trocado por álcool na mesma cor do mijo. Sheiks preferiam torneiras, maçanetas, facas e chaves 18 quilates. "Esta parte d'terra é nossa" - Disseram. "Ao gritar 'petróleo', enquanto passavam café, antes d'puxar a descarga".

'Eureka' com 'leche' respondeu - "Axé".


quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

À Obra Divina .'.



Nas encruzilhadas, três bandas negociavam. Como se fossem três anciãos. Os anciãos representavam lojas. Uma velha e dois velhos. A velha regia a Rosa; Os velhos regiam a Nação e os Estados, como irmãos dos filhos. 

Ao brigar por Jesus e reivindicá-lo dos pecadores; Ao brigar pela linha branca, ajudas espirituais e ganhos materiais, tiveram a benção do espírito familiar reivindicada. 

A Loja da Nação era regida por Jah e os azuis (Terças); As Lojas dos Estados, pelos 'Um' (Quintas); A rosa, por Obá e os rosas (Quartas).  

O pecador preferiu renunciar a 'briga' por Cristo. Invocando a interseção direta do Divino (Sábados). A renúncia do pecado passa por uma lista incontável d'renúncias e escolhas. Na direção do que é 'certo, bom e justo'. O 'corpo são e a mente sã'. 

Ambos haviam esquecido a piedade em nome das cobranças ou retornos. A guerra havia estendido-se aos anjos e demônios. Os espíritos esclarecidos (Luz) pediam a libertação das noites e vícios sociais (álcool e drogas). Assim como a libertação d'determinados alimentos. A estes, o trabalho profissional (com fins materiais) era apenas o dízimo dos trabalhos espirituais (no que tange à importância). 

Os quais brigavam, diziam ter visto Jesus nos filhos enquanto negavam os irmãos. O pecador que renunciou a 'briga', reconheceu o Pai Nosso como maior que os Orixás. Assim como o Divino maior que os Santos Católicos; Sendo Este, suficiente. Assim como na história d'Arjuna. 

Zelando pelo verdadeiro Cristo, condicionou-se a atender as exigências que tangem à libertação dos determinados prazeres d'carne. A Nova Igreja ainda nem tem nome.  


Óh; Axé .'.



Disse o Mestre - "Quem se julga dog, guaipeca ou cusco, então seja. Isto nunca aceitei nenhum (*abo). Melhor que se julgassem filhos do Pai".

No blefe; Ao drible. Ao se julgar *avalo sem ser, quando acusado disto, o Mestre (autor deste registro) montou ninguém. A pé e desarmado. Com os pés sobre o chão.

Desmanchada a terra ao pó. Nem lua sobre os prédios.

Óbvio que a gente pensa diferente.

Melhor casar-se com o Divino que acreditar em mitos.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Singular


Irmão Jesus .'. Exemplo único há 2000 anos .'.

A aliança com o Sagrado

A maioria dos Pastores defende o casamento como o Divino. Mesmo os solteiros, utilizam uma aliança no dedo assim como os Padres Católicos como símbolo à escolha feita pelo livre arbítrio (ou exigência divina). Para isto, cumprem obrigações, assim como os Pais d'Santo na Umbanda. Alguns hábitos são vetados (semelhante a como recomendam alguns espíritas), vetando o consumo das bebidas alcoólicas (também proibidas aos muçulmanos) e o tabaco (como defendem alguns judeus). Conforme a crença, o Divino não fuma e não bebe álcool no melhor estado (consciência e espírito). No espiritismo chamam-se (tais adeptos destes votos) espíritos d'luz ou esclarecidos. Ainda há quem defenda a abstinência d'alguns alimentos (preferindo frutas, cereais, carne branca e evitando o feijão, por exemplo), assim como o café puro (preferindo o café com leite, descafeinado ou cevada) e determinados hábitos.

Os dons divinos devem ser invocados diretamente ao E.S.. A interseção dá-se a medida que as obrigações se cumprem. O desejo deve partir do desejo e livre arbítrio.

Quem 'casa-se com o Divino' deve renunciar ao pecado. No umbandismo, a prática (no início) passa pelo que chama-se 'desfumo' e 'desbebo' das entidades que fumavam e bebiam no médium. Trazendo os chamados 'eguns' (anjos que andavam nas trevas) à luz. Escolhendo a luz diurna, a água limpa e o ar puro, como alimento ao espírito. O estudo bíblico diário também é alimento.

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Bem aventurados


O certo é que Nosso Senhor Jesus tem planos pra nós. Os desafios estão no caminho. A jornada é a aventura que se inicia a cada aurora e se estende além do poente. A batalha entre o bem e o mal emerge no amago do ser. 

Cristo foi crucificado pelos nossos pecados. No mundo em que somos responsáveis, ninguém é vítima e raros inocentes. No mundo das drogas e prostituição. No mundo do pecado e competição. 

Como podemos ajudar? Esta deveria ser a pergunta. Enquanto muitos buscam a libertação, que caminhos abrimos à salvação? Bem aventurados aqueles que renunciam o pecado. 


segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Como posso



Ninguém me chamou, mas vim pra dizer.

Só Deus é Pai e Justo também.

Evite oferecer-me a volta, quando tudo que tenho é ir em frente. Evite comparar-me com que senta na raiva ou retira-se no ódio, quando faço tudo no completo amor.

Em resumo, vos perdoo por desconhecer quem sou. A verdade é que me amo, me ajudo e posso ajudar.

O certo é que a gente pensa diferente.

Ao Divino



Às vezes me pergunto por que algumas religiões defendem a abstinência total do álcool (café, tabaco e drogas) como bebida escarnecedora que desvia o comportamento. Resolvi estudar isto na prática. Que o Divino nos ilumine. O espírito se esclareça. Luz pra nós!!



sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Ao Deus d'Paz


Zi foi encaminhado às bandas do Oriente - "Não fume drogas" - Disse o Mestre. O Guerreiro deveria optar pela 'ressaca zero'.

Enquanto isto, os borrachos, viciados e o povo d'rua, bebem e fumam "twenty four seven". Deus d'Guerra repartiu a própria terra.

Casar-se com o Divino requer a remoção dos pecados. Ninguém é Santo, Salvo o Pai. Nada é igual ao Nosso Senhor.


quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Follow me


Desafios


As encruzilhadas nos obrigam a fazer escolhas. Os caminhos existem. Incontáveis possibilidades. Reformular os planos, eventualmente, é necessário ao desenvolvimento pessoal, profissional ou espiritual. Saber o que se quer é o início à longa jornada. O desafio nos impõe atitude.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

domingo, 2 de dezembro de 2018

Tabuleiros


Santo Giro 'está escrito' no Santo Aviso, antes do Cap 39 no Livro do Guerreiro Justo. Santo Baba e Santo Cam, como testemunhas. Santo Bá também está no Contrato do Deus d'Guerra. 'Feita a encomenda' - Disse Santo Que.

Zé Maria também era espírita naquela mesa. Na sala, andava pros lados até formar os pares que compõem as linhas. Na banda, mãos sobre os joelhos, Papai Velho orientava os trabalhos.

Na missa, 'São Devoto' também comungava.

Na jaula, por dentro, a parede verde. Caboclo, caçou os 'giros'.

Santo Mestre registrou tudo no caderno.

O Guerreiro dormia com janela aberta. Ao lado d'fora, a Lua sobre as nuvens. Na varanda, a Luz acesa e o chapéu d'banda.

Na cozinha, o diabo mergulhado na cachaça. Onofre preservou o pescoço.

No quarto, o copo d'água.

A cabeça estava sobre a mesa. Desvelada quanto ao tempo.

Havia inscrições, no chão, d'giz. Desenhos e frases em línguas estranhas.

Ninguém sabia que o Mago registrou a receita no poema. O aprendiz ainda jogava Super Mário, além das madrugadas.

O imaginário era o pai d'fantasia. Os leigos estavam assustados.

Santo chimas que o diga. Havia misturas na erva. 



sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Encruzilhadas


Na encruzilhada, Baraque encomendou as vendas que eram feitas em loja. Quem se julgava Orixá era negociado. Alguns diziam 'Sou Eu Mesmo'. Buscados, ainda baixam por aqui. Seus mortos foram enterrados. Restando apenas o Divino que nos orienta. Dos Santos, salvaram-se apenas os devotos. 

Alguns queriam beber; Alguns queriam drogas. Raros optaram por outras coisas. Quem desperta cedo, sempre diz: 'Certas coisas não tem preço'. Mesmo assim, aceitavam beber ou usar drogas. Sem saber o que estava em jogo. 

As testemunhas, fumavam utilizando a mão direita. 



quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Conectados


O mundo está ligado na rosa dos ventos. Gente boa ajuda gente boa. Ao contrário, muitos são olhados ou escutados. Mas nem todos são vistos e ouvidos. Quem olha e quem ouve? Geralmente querem saber o que fazemos ou que queremos ao futuro.
Ao contrário dos bons, os outros repartem o que é pedido. Nações estão ligadas para saber o querem uns dos outros. Quando o assalto fosse justo, mãos ao alto? Mitos e Mártires são citados. Países são ligados. Enquanto aguardo o chamado. Para onde vamos? Quantos lugares frequento? Que Nações estão ligadas? Como posso ajudar? Irmãos querem saber o que querem os filhos. Outros querem saber o que querem dos filhos. 'Não diga, irmão' - Dizem-me - 'Guarde o segredo'. 'O que bebe Tupã?' - Perguntam-me. 'Que erva é esta?' Recém estamos indo? Não me pergunte para onde? Em quais lugares sou bem vindo? Queremos ajudar. Como posso?

Alguns são testemunhas. Outros pediam os 'tratos'.




Ligado


Perder a lua 
Salvou-lhe a vida

Na terra, 
O guerreiro convida
As estrelas a cantar

Ligado, o Mestre sorvia. A erva e o chá.

Nem os Budas saberiam dizer. Nem Shiva queria contar.

São devotos e espíritos, que vieram ajudar.

O trabalho está escrito.

Baraque fez a encomenda. Já há bastante tempo. As encruzilhadas que o digam.

A carne vermelha está sendo cortada. Serrada sobre a mesa.

O preto no branco está escrito.

Leia com discernimento.

terça-feira, 27 de novembro de 2018

Pela paz


Os deuses estavam em guerra. O grande lobo vigia. O mundo pesado e medido.

Ninguém é Santo. Nenhum, desconheço.

A Nação bebe chimarrão. 'Eu Sou' seja louvado.

Trabalho, estudado. Tiro, levado. 'Saravamos' - disse o Mestre.

Os goleiros bebiam cachaça.

Tupa bebia em rede. Caah servido e tragado. 'Derrubado', também estava lá.

Deus d'guerra fez a encomenda. Pelo giro do Caah. 

Tudo certo, Nada errado. Alguém veio contar. 


segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Bom Combate


A Guerra havia iniciado. Estavam brigando pelos deuses. Alguns tocavam em si. Alguns tocavam em bando. No terreiro, Ninguém sabia o que estava acontecendo. Nas igrejas, aos Santos, muitos oravam. No Axé, os Orixás aprontavam-se para o Combate.

O Guerreiro Justo conhece os mandamentos. Nada roubar, nem cobiçar. O diabo oferecia o contrário. Reparti-los em pedaços. Muitos estavam sendo caçados. Nana era testemunha. À beira do lago, logo cedo, alguns bebiam e fumavam.

Por Zeus, muitos desconheciam Tupã, Pajé e o segredo. 






sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Desdiabados


O Mago sabia que tudo é magia. Alguns estavam sem dormir. Viravam a noite a consumir as cinzas. Nem ressaca lhes sobrou. Como ajudar esta gente? Sente-se, disse o garçom. Era sexta-feira e Ninguém pedia Canha. Jáh estava bebendo. Tupã bebeu chimarrão. Pajé, invisível, nem ouvia, nem falava. 

Desdiabado, 'desumano' calcou-se no bar. Baraque preferiu outras coisas. Estava tudo na agenda.

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

O verbo


No Panteísmo, o 'Verbo' está em tudo. Considerado, também, pelo Bramanismo. O sagrado merece respeito. Pior que acreditar em deuses é pensar que podemos comprá-los. Domínio racional é virtude. O que é bom, justo e certo? Na dialética, a antítese e a síntese.




Triangulando


Quanto ao que diz;
O que ouve, não vê.
O que vê, não ouve.
O que ouve e vê, está em silêncio.

Eis a triangulação.

Assim como o inconsciente ('nada sei'), o consciente (o que sabe-se) e o subconsciente ('sei lá').

Na psicologia, o id, o ego e o superego.

O plano das idéias (universo mental), a concentração (foco) e a meditação (vazio).

A triangulação ocorre quando há dois no uno. O plural singular (Axé). Assim como as interações interpessoais ('bandas').

O ser consciente triangula os diferentes 'estados' em si. O individual e o coletivo. O plural e o singular.

No coletivo emerge o singular. No individual, o plural-singular.

No elemental, 'ar, água e luz' (por exemplo, livre das co-relações). A matéria, o éter e o vácuo. O átomo (próton, elétron e nêutron). O espírito, o perispírito e o corpo físico. A alma, o espírito e o homem.

No cotidiano, a triangulação encaixa-se ao triangular atividades distintas que completam-se entre si.


quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Caibalion - Magia e Alquimia


Existe algo além do que vejo. A beleza das ideias. 'Conhece-te a ti mesmo e conhecerá os deuses' - Dizia o Oráculo d'Delfos.

Os Mestres Magos iniciados já cultuavam a sabedoria plena. Desde Hermes Trimegisto à Platão e Newton.

O universo é mental. Nascer e morrer em combate é a honra do guerreiro. A cabeça no céu e os pés na terra. O arquétipo modelo é o plano das ideias.

O homem evolui no conhecimento. Mentalismo é o universo criador. Como dizia Pitágoras - 'Tudo sai do zero e vem a uno; e vice versa, tornando-se o dez'.

O universo expande e contrai. Tudo se move no plano mental. O princípio à felicidade e às realizações humanas.

Os atos físicos, e mentais, geram consequências. Somos pensados. O universo nasce no plano mental (Princípio Hermético). O que está em cima é como o que está em baixo. O micro e o macro cosmos (Leis universais).

A inteligência é a arte das relações. Imagem e semelhança divina. Crescimento é aceleração (luz, energia, espírito e o sagrado divino).

Nada é impune na vida. Acelerar a vibração é crescer. Evoluir é acelerar.

Há certa conciliação dos paradoxos. Graus vibratórios. Ódio e amor. Fluxo e refluxo. Oscilações compensadas. Causa e efeito. Polaridades.

"Toda causa tem efeito" (Lei Física) Semeadura livre, colheita obrigatória. Colhe-se o que se planta.


Ajude-se


Ajudar-se é o caminho ao sucesso. O trabalho dignifica o homem. A alegria nas atividades cotidianas é o que move o guerreiro. A felicidade em ser o que se é. Quando amamos o que fazemos, somos e temos. Quando sabemos o que queremos. Certo que posso ajudar quando me ajudo. 

Não queira nada dos outros ou sem. O universo é implacável. Evite competir com quem está apenas divertindo-se. Evite comparar-se com quem trilha o próprio caminho. 

Ninguém está acima d'Ninguém. Encare as pessoas na altura dos olhos. Olhe para a frente. 





segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Obrigações


A autoajuda mobiliza o Guerreiro ao desenvolvimento pessoal. Abrir o próprio caminho requer saber o que se quer. O caminho próprio é independente das influências paralelas. Contudo, o conhecimento adquirido favorece ao aprimoramento. Livre das más influências, a virtude enaltece o Guerreiro que cumpre as obrigações. 

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Guerreiro - Firmando os votos


O Guerreiro firma os votos no caminho escolhido. Livre das preocupações materiais. Cumpre as obrigações terrenas. A sorte é que o 'lá' é o eterno aqui e agora.

Com gratidão, reverencia o Sol a iluminar o dia. A chuva a molhar a terra. O ar a encher a vida.


quinta-feira, 15 de novembro de 2018

O poder quântico das alegorias do imaginário


O imaginário e as alegorias alimentam o homem. Crer que somos algo que sentimos, mesmo que imaginário, faz com que incorporemos determinados 'poderes'. Isto serve aos mitos e na ficção. Há certa energia quântica que emana do pensamento. 

Imagine a situação em que o menino fantasiado como Superman se julgue o próprio. Sempre que isto acontece, se torna mais ativo. Sobe no sofá, corre e pula. Este é o exemplo mais sucinto sobre 'o poder das alegorias'. 

Nas antigas civilizações, os Guerreiros, Profetas e Filósofos, alimentavam-se das crenças, ritos e 'deuses', assim como, ainda hoje, as pessoas alimentam-se na crença dos Santos e Orixás. Sendo este o combustível ao próprio cotidiano.

Crer que se vive em determinada 'companhia', eventualmente faz com que nos assemelhemos, no comportamento, pensamento e sentido, àquilo que cremos. Como, por exemplo, os cristãos, em relação ao Cristo. Modelos comportamentais que emergem como caminhos.

Contudo, há certo limite, entre o imaginário e o auto-julgamento. A fé e a ficção. Crer que somos auxiliados (amados, amparados, testemunhados, etc.) por Deus (ou pelos hábitos e conhecimentos) costuma conduzir-nos a ajudarmo-nos a si próprios. Assim como os mitos do imaginário, a crença abastece, energeticamente, aquele que crê, com pensamento positivo e atos construtivos. 


quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Caminhos


O Guerreiro escreve o próprio contrato. Dita o caminho que deve percorrer.

O caminho é pessoal e intransferível. Contudo, quando aberto, possibilita a salvação aos semelhantes.

Cada indivíduo sabe o que quer. Avançar requer cumprir as obrigações.


terça-feira, 13 de novembro de 2018

O Guerreiro do E.S.


Ao meio dia, recém havia acordado. Na encruzilhada, o diabo baixou como velho errante. Ao consumir a erva despachada na terra, deixou sua assinatura registrada no caderno.

'Faço isto por Jesus' - Respondeu o Mestre - 'Jamais peçam algo dos outros ou sem'. 

'Não vim para vingar. Mas para cumprir a lei' - Disse o ser vivente.

Sem apelar, o Mestre preserva o testemunho dos anjos (demônios trazidos à luz).

Perseguido pelas crenças que defende, o Guerreiro avança além das encruzilhadas. Ser Guerreiro é perseverar no caminho que acredita. Lutar para defender o território, assim como as linhas que trabalha. Na benção dos Orixás. Deus e o Diabo, como testemunhas. Juntos somos o que somos. 

Que o E.S. nos ilumine.

Axé